Seguradora usou recursos do DPVAT em festa de final de ano.

Seguradora usou recursos do DPVAT em festa de final de ano.

jan 5, 2020 0 Por heliodefaria

Vinculada ao Ministério da Economia, a Superintendência de Seguros Privados (Susep) questionou os cerca de R$ 20 milhões utilizados em despesas administrativas pela Seguradora Líder, consórcio de seguradoras que administra o DPVAT.

Segundo informações da Folha de S.Paulo, o assunto foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF), que manteve os valores antigos.

Entre os questionamentos está o custeio de uma festa de fim de ano para funcionários, estipulada em R$ 274 mil. O gasto com a confraternização foi apenas um dos valores citados em manifestação do órgão para defender a redução do DPVAT para 2020.

O patrocínio da festa, segundo a Susep, está não diretamente relacionado a objetos operacionais e institucionais do seguro, o que estaria em desacordo com a legislação ou determinações do órgão.

Resposta – A justificativa da Líder se baseou na promoção da valorização dos funcionários. Ela alegou que a festa gerou integração entre as áreas, p que oportunizou conhecer melhor os setores, objetos e metas da empresa e gerar laços com gestores e subordinados.

A empresa disse ainda que o DPVAT é gerido pelos funcionários da seguradora, e a festa de fim de ano é parte do conjunto de elementos que permitem o adequado desempenho de suas atividades.

Outros valores – Entre outros valores questionados pela Susep, são enumeradas contratações de empresas e escritórios de advocacia sem concorrência, contratos com valores considerados altos, multas por falhas operacionais na gestão do consórcio, entre outros.

Também foram questionados pelo Ministério da Economia cerca de R$ 20 milhões em despesas administrativas, R$ 10 milhões em serviços de terceiros, R$ 6 milhões em localização e funcionamento e mais R$ 3 milhões em gastos com marketing.

O órgão defendeu que os valores deveriam diminuir a provisão de despesas administrativas da seguradora Líder para 2020, caindo de R$ 237 milhões para R$ 200 milhões.