Kannário: ‘Se acontecer algo comigo, quem mandou me matar foi alguém da PM’; veja

Kannário: ‘Se acontecer algo comigo, quem mandou me matar foi alguém da PM’; veja

fev 25, 2020 0 Por heliodefaria

O cantor e deputado federal Igor Kannário iniciou sua pipoca nesta segunda-feira (24), no Campo Grande, já com uma polêmica. Durante sua passagem pelo corredor de camarotes das televisões, ele declarou: “se acontecer alguma coisa comigo, quem mandou me matar foi alguém da Polícia Militar”. Ele teria dito isto após uma briga debaixo do trio elétrico.

No vídeo recebido pelo Bahia Notícias, não é possível entender o motivo para a afirmação. No entanto, ele pede a banda para interromper uma música, aponta para alguém da plateia e profete a frase.

Na tarde desta segunda, em entrevista à TV Bahia, o comandante geral da PM-BA, Anselmo Brandão, chegou a elogiar a atuação de Kannário em seu show realizado no último domingo em Cajazeiras.

Kannário disse:

“Se acontecer alguma coisa comigo, quem mandou me matar foi a Polícia Militar”, afirma Kannário durante passagem pelo Campo Grande.