Não existe dialogo e nem transparência do executivo para o legislativo, palavras do Vereador Moisés de Nirete.

Na sessão do dia 13 de maio de 2020 na Câmara Municipal de Conceição do Jacuípe, o Vereador Moisés disse que na Audiência Pública que aconteceu no dia anterior no Plenário da Câmara através de uma vídeo conferência onde o Executivo apresentou as contas do 3º. Quadrimestre do ano de 2019, através de um escritório de contabilidade estabelecido em Vitória da Conquista.

Foi uma simples explanação de contas, no final da apresentação, ele (o contador), foi argüido pelos Vereadores Pedro, Juliene e o próprio Moisés e não soube responder, dúvidas como exemplo, o município tem um restos a pagar no valor de mais de 5 milhões, mas teve um superávit de 2018 para 2019, porque não foi zerado este restos a pagar?

O Vereador Moisés disse que o não comparecimento de pessoas responsáveis pela administração da prefeitura, ate pela controladora que é a pessoa mais preparada para as informações das dúvidas dos vereadores.

A falta de acesso de informações das contas deste ano, ele o Vereador, junto com a Vereadora Juliene, precisaram entrar com uma representação no Ministério Público para que a Prefeita publicasse as contas do mês de janeiro, o único mês do ano 2020, mesmo estando em maio.

Vereador Moisés

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.