Prefeito de cidade em SP fecha supermercados e proíbe venda de combustível

O prefeito da cidade de São José do Rio Preto, do MDB, Edinho Araújo, proibiu os rio-pretenses de abastecerem seus veículos em postos de gasolina da cidade

.Apenas pessoas consideradas “essenciais” estão autorizadas a comprar combustível. Ainda assim, o posto de gasolina deverá se certificar da “essencialidade” do trabalho de seu cliente, que deverá assinar uma “Declaração de Atividade ou Serviço Essencial.”

As novas regras para o município também determinam a proibição dos serviços presenciais e agências bancárias e lotéricas, escolas, salões de beleza, comércio de rua e shoppings, academias, clubes, praças, parques e treinos de equipes de alto rendimento esportivo. Para abastecer o veículo, é necessária uma declaração que comprove o motivo da saída.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.