STJ vai gastar R$ 42,7 mil na compra de togas para ministros

Mesmo durante a pandemia com sessões transmitidas por videoconferência, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) publicou edital para comprar becas e camisas de gala, além de capas para ministros, advogados e atendentes da Corte.

Também serão pelo STJ adquiridos acessórios para as vestimentas – como cordões com pingentes e punhos. Há, ainda, previsão para gasto com consertos de peças em uso atualmente. O valor total da licitação é de R$ 42.750.

Uma capa simples, dessas usadas no dia a dia dos tribunais, sai por R$ 900. O STJ vai comprar oito dessas. Portanto, vai gastar R$ 7.200. Cada capa tem um cordão com pingente – que custa, cada um, R$ 120. Serão comprados dez, por R$ 1.200.

Mas existe a versão mais cara da vestimenta, chamada beca de gala, usada em eventos especiais – como, por exemplo, a posse de ministros. Cada uma sai por R$ 1.350. Como serão compradas sete, o valor total será R$ 7.450. A camisa da beca de gala custa R$ 400 cada. Serão gastos R$ 3.200 com oito delas. As becas mais formais são acompanhadas de punhos extras. Serão adquiridos sete por R$ 1.750 o lote.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.