Aumenta a busca por parceiros online que já estejam vacinados

Durante a pandemia de covid-19, a sensação de solidão misturada com a ausência de eventos sociais fez com que muitas pessoas intensificassem o uso de aplicativos de namoro, enquanto outras ingressaram pela primeira vez nesse modo tecnológico de buscar parceiros. Consequentemente, uma nova prioridade nas características procuradas surgiu: estar vacinado. 

Dentre os solteiros, há quem tenha realmente suspendido todos os encontros, mas uma pesquisa feita pelo aplicativo de relacionamento global Inner Circle com mais de 3.600 usuários indica que 86,5% assumiram ter beijado alguém após o início da pandemia.

No entanto, 73,7% dos participantes afirmam ter algum tipo de receio de contágio no momento da abordagem e 35,8% reconheceram que estão mais cautelosos quando se trata de beijar, até mesmo esperando mais antes de marcar o fatídico encontro. 

Como nos filmes antigos, até mesmo andar de mãos dadas ganhou um contorno especial por exigir mais confiança (e segurança): 40,2% afirmam que se sentiriam desconfortáveis em estar de mãos dadas com o parceiro.

“Em nossa pesquisa, 38% dos entrevistados disseram que um beijo significa muito mais do que antes da pandemia e 56% disseram que um abraço significa muito mais do que antes da pandemia. Isso mostra que os brasileiros estão valorizando os encontros presenciais e a intimidade nos relacionamentos”, afirma David Vermeulen, fundador e CEO do Inner Circle.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.