Homens se inscreveram como grávidas para receber vacina

As denúncias de fura-filas foram encaminhadas ao Ministério Público nesta segunda-feira (24).

De acordo com a prefeitura, as irregularidades também estariam acontecendo através de atestados falsos, que estariam incluindo pessoas saudáveis no grupo prioritário de pessoas com comorbidades – que atualmente está sendo vacinado.

A gestão de afirmou que se as fraudes forem comprovadas, tanto os vacinados quanto os médicos que assinaram os laudos falsos irão responder por falsidade ideológica e uso de documento falso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.