Rui Costa assegura que Jerônimo está à frente de Neto na corrida eleitoral em Salvador 

Durante evento com prefeitos, o governador Rui Costa (PT) trouxe dados que contrariam pesquisas de intenção de votos registradas até o momento para o Governo da Bahia.  Segundo ele, em Salvador, o pré-candidato petista ao Palácio de Ondina, Jerônimo Rodrigues, tem sete pontos percentuais à frente do seu adversário direto, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB).,,

Por não ter registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a legislação proíbe a divulgação dos números. O estudo foi feito para consumo interno e para que o comando da campanha possa acompanhar fragilidades e potencialidades do candidato.

Embora incipientes, os dados geraram debate em grupos políticos. Isto porque ACM Neto deixou a gestão da capital com índices altos de aprovação e popularidade.

Por outro lado, Rui sinalizou que a vantagem que Jerônimo tem é conquistada por duas ‘muletas’ eleitorais: ele e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Em Salvador,  associando o nome de Jerônimo ao de Lula e ao meu, Jerônimo tem sete pontos à frente do pré-candidato do União Brasil. No estremo-sul, para minha surpresa, quando é associado ao meu nome e ao de Lula, ele fica em 1º lugar. No extremo-sul ele [Neto] está em 3° lugar. Por quê? Porque ele não associa seu nome ao de ninguém. Estou dizendo isso porque a gente se assusta com coisa pouca”, afirmou Rui, arrancando risos da plateia de prefeitos.

Dos três principais candidatos ao Palácio de Ondina, ACM Neto é o único que está tocando a pré-campanha como candidato independente, tendo, inclusive, acionando a Justiça para que proibisse a divulgação de pesquisa que o associava ao ex-juiz Sergio Moro, quando ele ensaiava, ainda no Podemos, uma candidatura à Presidência da República.

O ex-prefeito de Salvador adotou a estratégia de defender que a campanha para governador não é nacionalizada, o que contraria os últimos resultados eleitorais, com os candidatos do PT sempre atrelados a Lula. Há quase 16 anos, o petismo comando a Bahia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.